Triancinolona acetonida é um corticoide indicado para o tratamento de lesões na mucosa da boca, como aftas ou úlceras na boca, rinite alérgica, ajudando a alivias os sintomas, como nariz escorrendo ou coceira nasal, ou problemas nas articulações.

Esse remédio pode ser encontrado na forma de pomada para uso oral, como genérico “triancinolona acetonido” ou com os nomes comerciais Omcilon A Orabase, Colujet, Oncicrem-A, Oncileg A ou Mud oral, na norma de spray nasal, com os nomes Nasacort ou Allenasal, ou solução injetável, com o nome Triancil ou Ophtaac.

Além disso, a triancinolona acetonida também pode ser encontrada em associação com outras substâncias, como o sulfato de neomicina, gramicidina e nistatina, indicado para inflamações ou infecções na pele, e deve ser usado com indicação médica.


Para que serve

A triancinolona acetonida é normalmente indicada para:

  • Aftas, úlceras ou feridas na mucosa oral, como bochechas, gengivas, parte interna dos lábios e língua, causadas por traumas;
  • Rinite alérgica sazonal, com sintomas de nariz escorrendo ou entupido, coceira intensa ou espirros constantes;
  • Inflamação da úvea do olho (uveíte), inflamações dos vasos sanguíneos da retina ou edema macular;
  • Inflamações nas articulações, como sinovite, bursite, epicondilite, atrite reumatoide, artrite aguda por gota ou osteoartrite pós-traumática.

Além disso, a triancinolona acetonida, quando encontrada em associação com outras substâncias, como sulfato de neomicina, gramicidina e nistatina, pode ser indicada para o tratamento tópico de dermatoses ou inflamações ou infecções na pele.

A triancinolona acetonida deve sempre ser usada com indicação médica, nas doses e pelo tempo de tratamento orientado pelo médico.

Como usar

A forma de usar a triancinolona acetonida varia de acordo com a condição a ser tratada e a apresentação desse remédio, e inclui:

1. Triancinolona acetonida pomada

A pomada ou creme dermatológico de triancinolona acetonida para dermatoses, é indicado para o tratamento ou prevenção de infecções na pele, pois contém outras substâncias na sua composição, como sulfato de neomicina, gramicidina e nistatina, com ação anti-inflamatória, antifúngica e antibiótica.

A dose normalmente recomendada para adultos é de 1 aplicação da pomada sobre a área da pele afetada, de 2 a 3 vezes por dia, ou conforme orientação do dermatologista.

2. Triancinolona injetável

A triancinolona injetável pode ser usada aplicando diretamente na articulação ou dentro do olho, devendo ser essa aplicação ser feita pelo ortopedista ou oftalmologista.

A posologia da triancinolona injetável varia de acordo com a condição a ser tratada e via de administração, que inclui:

O tempo de tratamento com a triancinolona injetável deve sempre ser orientado pelo médico, assim como a frequência de aplicação.

3. Triancinolona acetonida spray

O spray nasal de triancinolona acetonida para rinite alérgica sazonal é indicada para adultos ou crianças com mais de 4 anos, sendo que as doses variam de acordo com a idade, que incluem:

  • Adultos e crianças com mais de 12 anos: a dose inicial normalmente recomendada é de 2 aplicações do spray nasal em cada narina, 1 vez por dia. Após a melhora dos sintomas, é recomendada 1 aplicação do spray nasal em cada narina, 1 vez por dia, ou conforme recomendação médica;
  • Crianças de 4 a 12 anos: a dose inicial normalmente recomendada é de 1 aplicação do spray nasal em cada narina, 1 vez por dia, ou conforme orientação do pediatra.

O frasco do spray nasal de triancinolona acetonida deve ser agitado antes do seu uso para misturar os componentes da fórmula e a ponta do aplicador deve ser inserido na narina para fazer a aplicação nasal. Se necessário, deve-se assoar o nariz antes da sua aplicação.

Após usar o spray nasal de triancinolona acetonida, deve-se limpar o aplicador e a tampa protetora com um lenço de papel ou pano limpo. Uma vez por semana ou no caso do spray ficar entupido, deve-se remover o aplicador do frasco, e mergulhá-la em água morna por alguns minutos. Em seguida, enxaguar em água fria e deixar secar ao ar livre, antes de colocar no frasco novamente. Confira outros remédios indicados para rinite alérgica.

4. Triancinolona acetonida orabase

A triancinolona acetonida orabase é indicada somente para adultos, e deve ser usada aplicando em uma pequena quantidade, diretamente na lesão na boca, sem esfregar, até que se forme uma película fina. Para melhorar o resultado, a quantidade usada deve ser apenas a suficiente para cobrir a lesão.

A pomada deve ser aplicada de preferência à noite, antes de dormir, para que exerça o seu efeito durante toda a noite e, dependendo da gravidade dos sintomas, pode ser aplicado 2 a 3 vezes ao dia, de preferência após as refeições.

Se após 7 dias não ocorrer melhora dos sintomas, é aconselhável consultar o clínico geral ou o dentista.

Essa pomada contém 1mg/g de triancinolona acetonida, e ajuda a aliviar os sintomas da afta causada por traumas na mucosa oral, como dor, desconforto ou irritação causados pela inflamação na mucosa oral, além de reduzir a coceira e a vermelhidão local. Veja outros remédios indicados para afta.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns da triancinolona acetonida são sensação de queimação, coceira, secura ou irritação na mucosa oral, nasal ou na pele, dor de cabeça, faringite, alteração do metabolismo de glicose, degradação de proteínas, ativação da úlcera no estômago ou produção inadequada de hormônios pelas glândulas supra renais.

Além disso, no caso do spray nasal, podem ocorrer sangramentos nasais, febre, calafrios, dor no corpo, visão turva, dor nos olhos, ou enxergar halos ao redor das luzes, por exemplo.

Já no caso da pomada ou creme dermatológico, podem surgir efeitos colaterais, como acne, dermatite alérgica, atrofia da pele, formação de estrias, descoloração da pele no local de aplicação da pomada ou inflamação no folículo piloso.

No caso da triancinolona injetável intra-articular pode ocorrer lesões nos tecidos da articulação, endurecimento articular, osteonecrose, ruptura de tendões, abcesso ou escaras.

Quando aplicada dentro do olho, a triancinolona pode causar glaucoma, queda da pálpebra superior, inflamação infecciosa ou não, descolamento de retina, úlcera ou hemorragia vítrea.

Quem não deve usar

A triancinolona acetonida não deve ser usada por pessoas com história de alergia a qualquer um dos componentes presentes na fórmula.

Além disso, esse remédio não deve ser usado por mulheres grávidas ou em amamentação, a menos que tenha sido indicado pelo médico, após avaliação dos benefícios do seu uso pela mulher e potenciais riscos para o bebê.

Na forma de pomada oral, a triancinolona acetonida não deve ser usada por crianças ou em casos de infecções fúngicas, virais ou bacterianas da boca ou da garganta, como herpes ou tuberculose. Já na forma de spray nasal, esse remédio não deve ser usado por crianças com menos de 4 anos.

Além disso, a pomada ou creme dermatológico da triancinolona acetonida associada à outras substâncias, não deve ser usada em lesões de tuberculose ou infecções por vírus na pele ou sistêmicas, como varicela, herpes simples ou vaccinia. Essa pomada também não deve ser aplicada nos olhos, ou nos casos de otite externa com perfuração do tímpano.

No caso da injeção para aplicação intraocular, a triancinolona acetonida é contraindicada para pessoas com infecções sistêmicas ou alergia aos componentes da injeção.

Já a injeção na articulação é contraindicada para pessoas com ceratite herpética, micoses sistêmicas, tuberculose ativa, estrongiloidíase ou psicose aguda.

Fonte: Tua Saúde!