Duas competições de paradesporto acontecem neste final de semana em Salvador com o apoio da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). O Regional Nordeste de Goalball está acontecendo nesta semana no Ginásio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA), no Barbalho, e o Premier Fight Championship vai conter com categorias específicas para o parajiujitsu neste domingo (9), no Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras.

As ações fazem parte das iniciativas do Núcleo de Paradesporto da Sudesb, que, desde o ano passado, vem apoiando e realizando eventos ou projetos de capacitação, esporte comunitário, de alto rendimento e fomento esportivo (iniciação esportiva) para as modalidades paralímpicas e a inclusão social através do esporte em geral. O coordenador do núcleo, Adelmare Junior, comenta a importância da realização de eventos voltados para o público.

Foto: Renan Cacioli/CBDV

“A Bahia estar sediando eventos das confederações e federações, até de nível nacional, é importante porque temos o interesse na ampliação da política pública da inclusão dentro dos esportes. O núcleo quer cada vez mais criar, fomentar e incluir, como nossa bandeira, o potencial que cada pessoa com deficiência tem. Mesmo com suas deficiências, eles são eficientes e capazes dentro do esporte. É um comprometimento que só tem ampliado dentro do Governo do Estado, que vem colhendo frutos de reconhecimento nacional do nosso paradesporto desde a iniciação esportiva até o alto rendimento”, pontua Adelmare.

Goalball

Organizado pela Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV), com apoio da Sudesb e da Associação Baiana de Cegos (ABC), a competição está acontecendo desde a terça-feira, 04, com cerca de 138 atletas e 46 membros de apoio espalhados por 14 equipes masculinas e nove femininas. Eles representam cinco estados nordestinos: Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. As finais serão realizadas a partir das 11h deste sábado, 08.

Foto: Renan Cacioli/CBDV

O coordenador comemora a presença das equipes baianas e do nível do evento. “É uma importante competição nacional realizada em solos baianos. Temos que comemorar a presença de equipes baianas, inclusive do interior, como o caso do time da Associação Jequieense de Cegos (Ajece). Isso ajuda a melhorar o nível dos nossos atletas do paradesporto. Esse é o intuito do nosso incentivo ao paradesporto. Podemos utilizar o esporte como a importante ferramenta de inclusão social que ele é”.

Parajiujitsu

O Ginásio de Cajazeiras será o palco de mais um evento do calendário anual do jiu jitsu neste domingo, 09, a partir das 9h, o Premier Fight Championship, com cerca de 450 atletas ao todo. O destaque fica para o incentivo à inclusão de mais atletas no parajiujitsu. Pela primeira vez, os atletas com deficiência terão uma medalha exclusiva e serão aproximadamente 40, ao todo, competindo.

Foto: Divulgação/FBJJMMA

O presidente da Federação Baiana de Jiu Jitsu e MMA (FBJJMMA), Evandro Nascimento, explica os motivos das mudanças. “No inicio, apenas quatro ou cinco atletas com deficiência participavam das competições do parajiujitsu. Atualmente e após nosso incentivo, são cerca de 40 participando regularmente dos nossos torneios. Por isso, a FBJJMMA decidiu premiar todos os atletas com medalhas exclusivas em todos os próximos eventos do nosso calendário”.

Ele também comemora o avanço nas políticas públicas no paradesporto. “O movimento iniciado por Marleide Nogueira, mãe do atleta multi medalhista de parajiujitsu, Igor Nogueira, em 2017, tomou corpo com a criação da nossa Diretoria de Paradesporto. Pelo Governo do Estado, que sempre teve um olhar voltado às políticas públicas do paradesporto, a criação do núcleo específico da Sudesb ajudou a incentivar ainda mais, trazendo a cobrança para as federações e promovendo projetos próprios em parceria conosco”, finaliza.

Fonte: Ascom/Sudesb

Fonte: Clique aqui