Onze pessoas foram presas para averiguação. Entre os detidos, quatro pessoas diretamente ligadas ao ataque foram identificadas, informou a agência de notícias AP.

Brasil e outros países se pronunciam sobre ataque. O Itamaraty afirmou que recebeu a notícia com “consternação’. Noruega, China, Bielorrúsia e a autoridade palestina também condenaram o ataque. A União Europeia e o Conselho de Segurança da ONU classificaram o ataque como “chocante” e “covarde”.

Vladimir Putin não se pronunciou oficialmente até o momento. Até agora, somente o porta-voz do Kremlin deu atualizações sobre o caso. Ele afirmou que o presidente desejou melhoras aos internados e que Putin acompanha de perto as investigações.

Estado Islâmico assumiu o ataque em canal de Telegram. “Os combatentes do Estado Islâmico atacaram uma grande concentração de cristãos na cidade de Krasnogorsk, nos arredores da capital russa, Moscou, matando e ferindo centenas e causando grande destruição ao local antes de se retirarem em segurança para as suas bases”, diz o comunicado.

Relembre caso

O ataque ocorreu no Crocus City Hall, uma casa de shows em região próxima a Moscou. Centenas de pessoas aguardavam uma apresentação do grupo Picnic quando o ataque começou. Os músicos da banda não ficaram feridos.

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *