Como principal surpresa até agora na 14ª edição da Copa 2 de Julho de Futebol Sub-15, a Seleção Brasileira Sub-15, principal favorita ao título, caiu nas oitavas de final para o Vasco no final da manhã desta segunda-feira (8), no Estádio de Pituaçu. O time carioca ganhou de 5×3 nos pênaltis após o 0x0 no tempo normal.

Pelo segundo ano consecutivo, o time canarinho sub-15, que já foi tricampeão da competição, dá adeus ao tradicional torneio baiano antes das semifinais. No ano passado, a Seleção também perdeu nos pênaltis após um 0x0 no tempo normal das quartas de final contra o Flamengo, que chegou até a final e perdeu para o Atlético Mineiro.

Foto: Marcus Carneiro/Sudesb

A Seleção Brasileira era uma das únicas equipes que estavam com 100% de aproveitamento no torneio, além de liderar os dados de melhor ataque, com 30 gols marcados, e a melhor defesa, junto ao Comercial, do Maranhão, sem ter levado nenhum gol até o momento. Todos os quatro jogos foram realizados no Estádio de Pituaçu, inclusive a vitória contra o atual campeão Atlético por 2×0 na quarta rodada do grupo A.

Agora, o Vasco joga as quartas de final contra o Athletico Paranaense ou o Atlético Mineiro já nesta terça-feira (9). As equipes se enfrentaram às 15h, desta segunda-feira (8), no Centro de Treinamento de Praia do Forte, em Mata de São João. O Athletico Paranaense foi finalista em 2008, enquanto o Galo tem um título e mais duas finais. O vasco nunca chegou nas semifinais.

Foto: Marcus Carneiro/Sudesb

Organizada pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), com apoio do Ministério do Esporte, da Federação Bahiana de Futebol (FBF) e da Federação Baiana de Desporto de Participação (FBDP), a Copa 2 de Julho segue até sábado (13), dia da grande final no Estádio de Pituaçu. O torneio nacional é uma das principais competições de base do país, com um total de 306 equipes em 2024.

Fonte: Ascom/Sudesb

Fonte: Clique aqui