O Real Madrid publicou nesta segunda-feira (18) uma nota oficial informando que prestou queixa novamente por conta do novo caso de insultos racistas proferidos contra Vinicius Jr. no último final de semana.

Em partida válida pela 29ª rodada de LALIGA, o atacante merengue sofreu insultos da torcida do Osasuna durante a vitória por 4 a 2, onde o brasileiro foi protagonista com dois gols.

O momento em que o atacante foi insultado foi flagrado pela Movistar+ e alertado por jogadores da equipe ao árbitro Martínez Munuera.

No entanto, o apitador não mencionou o acontecimento no relatório da arbitragem. Na seção correspondente ao público, o árbitro escreveu que tudo foi ‘normal’.

Em sua nota, o clube espanhol informou que, dentre as queixas prestadas, reclamou sobre a atitude da arbitragem na partida, alegando negligência por parte de Munuera.

O clube já havia prestado queixa por racismo na última sexta-feira (15) por caso de racismo na quarta (13) de torcedores do Atlético de Madrid antes de jogo pela Champions League.

Veja a nota oficial divulgada pelo Real Madrid:

Depois dos graves insultos proferidos, mais uma vez, ao nosso jogador Vinicius Junior, neste caso durante o último jogo de LALIGA disputado pela nossa equipe no El Sadar, o Real Madrid CF comunica o seguinte:

-Nosso clube apresentou queixa ao Comitê Disciplinar da Real Federação Espanhola de Futebol contra o árbitro Juan Martínez Munuera, em decorrência da negligência na elaboração do relatório do árbitro. Este árbitro omitiu voluntária e deliberadamente os insultos e gritos humilhantes repetidamente dirigidos ao nosso jogador Vinicius Junior, apesar de ter sido avisado insistentemente pelos nossos jogadores no mesmo momento em que ocorriam.

-Além disso, o Real Madrid também apresentou queixa a este órgão federativo em relação aos referidos insultos e gritos humilhantes, e os encaminhou à Comissão Estadual contra a Violência, o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância no Esporte, para que aqueles que proferiram sejam identificados e punidos.

-Diante destes infelizes acontecimentos ocorridos em El Sadar, o Real Madrid ampliou a denúncia que apresentou na passada sexta-feira, 15 de março, à Procuradoria-Geral do Estado contra crimes de ódio e discriminação, pelos insultos racistas e odiosos dirigidos ao nosso jogador Vinicius Junior nas proximidades do Estádio Olímpico de Montjuic e do Estádio Metropolitano de Madrid, solicitando a identificação dos autores.

O Real Madrid condena mais uma vez estes violentos ataques de racismo, discriminação e ódio, e exige que sejam tomadas as medidas necessárias, de uma vez por todas, para erradicar a violência que o nosso jogador Vinicius Junior tem sofrido.

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *