Queilite esfoliativa é um tipo de inflamação crônica dos lábios que resulta na produção excessiva de queratina na sua superfície, podendo causar sintomas como a formação de crostas e fissuras, descamação e ressecamento da pele labial.

Embora não se conheça a sua causa exata, este tipo de queilite parece ser mais frequente em mulheres jovens e pessoas que não realizam a higiene oral adequadamente, por exemplo. Entenda melhor o que é queilite e os sintomas.

Em caso de suspeita de queilite esfoliativa, é recomendado consultar um dermatologista. O seu tratamento normalmente é feito com a aplicação de produtos ceratolíticos e pomadas com corticoides nos lábios para controlar os sintomas.


Principais sintomas

Os principais sintomas da queilite esfoliativa são:

  • Formação de crostas e/ou fissuras nos lábios;
  • Lábios ressecados;
  • Descamação labial contínua;
  • Pequenos sangramentos nos lábios, em caso de feridas;
  • Aumento da sensibilidade, dor, coceira e/ou sensação de queimação na boca.

Inicialmente, os lábios podem parecer normais ou apenas avermelhados, mas a pele na sua superfície tende a se tornar progressivamente mais espessa, resultando em descamação em diferentes locais.

Embora ambos os lábios possam ser afetados, a queilite esfoliativa é mais frequente e intensa no lábio inferior. Além disso, os sintomas tendem a ser agravados por hábitos como morder, lamber ou sugar os lábios e respirar pela boca.

Leia também: Principais sintomas de estresse (físicos e psicológicos)


tuasaude.com/sintomas-de-estresse

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da queilite esfoliativa é feito pelo dermatologista baseado nos sintomas, histórico de saúde da pessoa e resultados de exames, como testes de alergia ou a biópsia da pele, para descartar outras condições que podem causar sintomas semelhantes.

Caso deseje marcar uma consulta, encontre um dermatologista mais próximo utilizando a ferramenta abaixo:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Dermatologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.



Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.


Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Possíveis causas

Não se sabe exatamente a causa da queilite esfoliativa, mas esta condição parece estar associada a estresse e/ou ansiedade excessivos e hábitos como morder, sugar ou lamber os lábios, resultando em espessamento da pele, ressecamento e descamação. Conheça as principais causas de ressecamento dos lábios e o que fazer.

Além disso, a queilite esfoliativa parece ser mais frequente em mulheres jovens com menos de 30 anos de idade e em caso de deficiências nutricionais, como a de vitamina B12 ou ferro, candidíase oral ou higiene bucal inadequada.

Como é feito o tratamento

O tratamento da queilite esfoliativa normalmente é feito com a aplicação de produtos ceratolíticos ou pomadas com corticoides, antifúngicos ou imunossupressores para tentar controlar a inflamação e os sintomas, de acordo com a orientação de um dermatologista. 

Leia também: O que fazer para tratar lábios rachados e ressecados


tuasaude.com/labios-rachados

Além disso, o médico também pode indicar psicoterapia em alguns casos para ajudar a pessoa a desenvolver estratégias para lidar com o estresse ou ansiedade e evitar hábitos que possam estar contribuindo para agravar a queilite.

A queilite esfoliativa pode se curar naturalmente em alguns casos, mas este processo de cura normalmente é demorado, sendo comum a queilite se tornar recorrente, especialmente em momentos de estresse.

Fonte: Tua Saúde!