Uma competição de poesia da Rússia proibiu que pessoas transgênero enviassem trabalhos neste ano, no que afirma ser uma tentativa de proteger valores tradicionais.

O prêmio de poesia Andrei Dementyev, organizado pelo governo da região de Tver, no oeste da Rússia, aceita inscrições até o fim de abril de poetas “independentemente de cidadania, nacionalidade, profissão e local de residência”.

A competição proíbe explicitamente, no entanto, “cidadãos que mudaram de gênero”, informam regras publicadas no site de uma organização de poesia local.

Organizadores da competição afirmam que a medida foi uma tentativa de “preservar as ideias de casamento, família, maternidade, paternidade e infância que são tradicionais para a sociedade russa”.

Sob o governo do presidente Vladimir Putin, a Rússia conduz uma ampla repressão a direitos LGBTQ, enquadrando-os como uma invenção do Ocidente que ameaça os valores tradicionais russos.

A população transgênero, em particular, viu seus direitos serem extintos. A Rússia proibiu cirurgia de mudança de gênero e terapia hormonal no ano passado e impediu que pessoas trans adotassem ou acolhessem crianças.

Organizadores do prêmio não responderam a pedido da Reuters por comentário em um primeiro momento.

(Reportagem de Lucy Papachristou)

Fonte: CNN Brasil