Foto: Betto Jr./Secom PMS

A Prefeitura de Salvador lançou nesta terça-feira (4) uma trilha de capacitação voltada para microempreendedores individuais (MEIs) da cidade, fornecendo suporte e mentoria gratuita para alavancar o negócio de profissionais inseridos no segmento. A iniciativa faz parte do programa Treinar para Empregar e foi apresentada pelo prefeito Bruno Reis e pela secretária de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, durante evento no Mercado São Miguel, na Baixa dos Sapateiros.

A trilha de empreendedorismo para MEIs tem como objetivo central alcançar 1 mil microempreendedores do ramo de comércio e serviços, sendo estruturada em três ciclos de trabalho, alcançando 350 participantes no primeiro, 350 no segundo e 300 no terceiro, cada um com duração de quatro meses. As inscrições já estão abertas no link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfpsoR2s9zO5hfDDbbO5afH16Ca6h6LY0aBIxMv0p5yaeQWBQ/viewform.

“Um dos nossos desafios é a formação e mão de obra qualificada, e o Treinar para Empregar já beneficiou mais de 60 mil pessoas na cidade conforme a necessidade do mercado e a demanda de novas atividades comerciais que vão surgindo”, destacou Bruno Reis. O gestor ainda acrescentou que o maior programa social que um governo pode realizar é a geração de emprego e renda.

“Se de um lado a gente tem equipamentos que estimulam o empreendorismo, como o SAC do Empreendedor e o Polo de Economia Criativa, por outro, a gente precisa formar a as pessoas para que elas ganhem dinheiro, dando melhores condições de trabalho a MEIs, ambulantes, feirantes e demais comerciantes do mercado informal. Esta é a única forma de se ter autonomia e progressão social, para que as pessoas, a partir dos seus trabalhos, possam garantir o pão de cada dia e realizem seus sonhos”, reforçou.

No âmbito de empregos formais, lembrou o chefe do Executivo municipal, Salvador foi responsável, em março passado, pela geração de 70% das vagas de carteira assinada na Bahia. Além disso, a capital está entre as quatro primeiras que mais registraram ocupação de postos de trabalho de janeiro a março deste ano, segundo índice do Caged, do governo federal.

Funcionamento – A nova trilha de capacitação para MEIs do Treinar para Empregar será regida por etapas, sendo a primeira a de diagnóstico, que envolverá análise e entrevistas junto ao empreendedor inscrito. O segundo momento abrange capacitação em parceria com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio), na Casa do Comércio, na Avenida Tancredo Neves.

Os conteúdos trarão temas essenciais como plano de negócios, design de produtos, finanças, marketing e vendas. Já as últimas etapas dizem respeito à consultoria personalizada para elaboração de plano de melhorias para cada MEI e tira-dúvidas através de videochamadas e ligações telefônicas.

“O município já dispõe de formações para o ambulante e até para Empresas de Pequeno Porte (EPP), mas faltava uma iniciativa para fortalecer o segmento de MEIs que tem uma relevância enorme em Salvador. São quase 270 mil profissionais nesse ramo na cidade, sendo que tivemos um crescimento de quase 200% microempreendedores individuais nos últimos dez anos. No pós-pandemia, esse crescimento foi ainda maior, então a gente precisava trabalhar uma trilha de formação como a que estamos disponibilizando a partir de hoje”, frisou Mila Paes.

Para o presidente da Fecomércio, Kelsor Fernandes, o crescimento de MEIs é uma realidade em todo o Brasil. “É difícil empreender no país, logo, esse movimento da Prefeitura através do Treinar para Empregar vem numa hora boa, ajudando esse pessoal a se capacitar e a desenvolver bem o seu trabalho”, avaliou.

Novo espaço – Além do lançamento da trilha formativa, a Prefeitura também inaugurou nesta terça (4) o primeiro espaço do Treinar para Empregar na cidade, situado no Mercado São Miguel. A estrutura é climatizada e tem capacidade para cerca de 30 pessoas, servindo como espaço de qualificação.

“A Prefeitura implantará em vários equipamentos públicos do município um espaço como este, que é um auditório onde serão disponibilizados muito conteúdo, palestras e cursos do Treinar para Empregar”, disse Mila.

A secretária citou outras ações para estimular o empreendedorismo na capital baiana, a exemplo da primeira fase do programa CredSalvador, que concedeu mais de R$ 22 milhões de financiamento a mais de 7 mil MEIs. Uma segunda fase da iniciativa começará em breve.

Além disso, as Prefeituras-Bairro contarão com postos do SAC do Empreendedor. As primeiras unidades administrativas a oferecer o serviço são a do Cabula/Tancredo Neves e de Itapuã/Ipitanga.

Reportagem: Thiago Souza/Secom PMS

Fonte: Clique aqui