Foto: Valter Pontes/ Secom

Moradores do Rio Sena comemoraram a transformação de vida proporcionada pelo Morar Melhor na noite desta sexta-feira (5), durante a entrega de mais 100 casas reformadas pelo programa, proporcionando mais dignidade às famílias de baixa renda que vivem no local. A entrega contou com a presença do prefeito Bruno Reis e do secretário de Infraestrutura e Obras Públicas do Município, Francisco Torreão. Ao todo, 755 casas já receberam as melhorias do Morar Melhor no bairro.

A dona de casa Maria de Amaral, 53 anos, conhecida na vizinhança como Meire, foi uma das contempladas e viu a residência ser praticamente reconstruída. “Parece que derrubou as paredes e levantou de novo, porque nem parece ser mais a mesma. Há mais ou menos um ano que eu estava aguardando esse programa e quando eu recebi a equipe, dizendo que ia reformar a minha casa, foi muita alegria. Eu passei um tempo afastada, porque perdi o meu filho aqui para a violência, mas o Morar Melhor veio e reformou a minha casa toda. Eu estou realizando um sonho. Estou muito feliz”, disse.

No local, ela mora com duas filhas e uma netinha. Para Gabriela de Amaral, de 31, uma das filhas, a obra representa uma reconstrução de vida: “Tirou a negatividade e colocou a positividade. São essas palavras que eu uso hoje”.

Durante a entrega, o prefeito destacou a transformação de vida proporcionada pelo Morar Melhor. “Olha como era a casa de Dona Meire e olha como ficou. Foi uma transformação muito grande. Praticamente, ela nem estava morando mais na casa dela, estava morando na casa da filha. Quando ela entrava na casa, ela só fazia chorar. Ela me disse: ‘prefeito, eu não imaginava nunca que a Prefeitura chegasse aqui e reformasse a minha casa’”, contou.

Bruno Reis ainda frisou que é comum as que as famílias beneficiadas não acreditem no início. “Esse sentimento de Dona Meire é o sentimento de todas as famílias beneficiadas com o Morar Melhor, porque não é comum mesmo não. São pouquíssimas Prefeituras e Governos do Brasil que reformam as casas das pessoas. As que fazem copiam daqui de Salvador. Vem aqui ver como se faz e até hoje muita gente ainda não aprendeu como fazer. Aqui já foram 755 casas no Rio Sena, nesta etapa foram 100. Ou seja, 100 obras ao mesmo tempo. Já imaginou a dificuldade?”.

E para finalizar, o gestor acrescentou que não se trata de obras, mas de realizações de sonhos. “Hoje Dona Meire entendeu que o sonho dela foi realizado. Todas as pessoas que atuam no Morar Melhor já entenderam que não é mais uma obra, não é mais uma casa, é o sonho das pessoas. Eu não conheço um programa com um alcance social tão grande quanto o Morar Melhor e olha que eu já tenho 25 anos de vida pública”, ressaltou.

Critérios – O Morar Melhor segue critérios como precariedade dos bairros, baseado em dados do IBGE e na observação de campo; áreas com maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; com maior predominância de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza e com maior incidência de mulheres chefes de família, entre outros requisitos.

Não são contemplados imóveis em situação de risco, imóveis de aluguel ou famílias que apresentem renda superior a três salários mínimos. Desde 2015, o Morar Melhor já reformou cerca de 52 mil imóveis em mais de 300 localidades da capital baiana.

Entre os locais beneficiados este ano estão Bairro da Paz, Calabetão, Arenoso, Nova Constituinte, Ilha Amarela, Lobato, São Gonçalo do Retiro, Pirajá, Mirantes de Periperi, Calafate (Fazenda Grande do Retiro), Parque Tercal (Campinas de Pirajá), Buraco da Gia (Brotas), Santa Mônica e Narandiba.

Fonte: Clique aqui