Foto: Valter Pontes/ Secom PMS

Para promover o estímulo à prática de esporte em Salvador, a Prefeitura iniciou neste domingo (9) a Copa Interbairros de Futebol Amador, competição que reunirá cerca de 1,2 mil atletas divididos em 40 times que disputarão partidas em 10 regiões da cidade. A abertura do evento aconteceu na Arena Esportiva Pé Preto, em Santa Cruz, com as presenças do prefeito Bruno Reis e do secretário de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), Júnior Magalhães.

Participam da copa 40 equipes, sendo 20 delas com atletas da categoria sub-15 e mais 20 na categoria aberto (a partir de 16 anos), todos amadores e não federados. A competição está dividida em quatro fases: classificação, quartas de final, semifinal e final.

“Este era um torneio que chegou a existir no passado e agora estamos fazendo esse resgate. Na área do esporte, temos muita tranquilidade e alegria pelas conquistas que estamos deixando para a cidade, seja com realização desse evento ou patrocinando competições de futebol ou de outras modalidades”, destacou Bruno Reis.

O gestor listou uma série de ações desenvolvidas para o segmento, a exemplo da criação do Bolsa Atleta, que tem beneficiado mais de 300 pessoas, a ajuda de custo para viagens e o programa Viva Esporte, pelo qual empresas podem destinar impostos municipais para um projeto ou construção de equipamentos esportivos

“Além disso, a cidade hoje não tem um grande ginásio desde a demolição do Balbininho e, por isso, já demos início à construção de uma arena multiuso climatizada com capacidade para 12 mil pessoas, na Boca do Rio. O local sediará competições nacionais e internacionais. Também temos parcerias com os clubes Bahia e Vitória para implantar as escolinhas de futebol. Enfim, estamos fazendo uma verdadeira transformação no esporte. Isso está evidente para quem quiser ver”, acrescentou Bruno Reis.

Organização – Cada equipe pôde inscrever na Copa Interbairros de Futebol Amador, no mínimo, 18 atletas e, no máximo, 30, além de cinco membros de comissão técnica.

A competição seguirá até setembro envolvendo todas as 10 regiões administrativas da capital baiana e, além da distribuição de troféus e medalhas, haverá premiações em dinheiro. Serão distribuídos na categoria livre R$40 mil (vencedor), R$20 mil (vice-campeão) e R$10 mil (terceiro colocado). No sub-15, o prêmio será de R$15 mil (vencedor), R$10 mil (vice) e R$5 mil (terceiro colocado).

“Estamos colocando todo o nosso esforço para fazer uma competição de qualidade, desde a organização até o material esportivo disponibilizado. Não tenho dúvida de que será um evento ímpar, que promoverá uma grande celebração entre atletas e comissões técnicas, e principalmente em torno do esporte e de todos os benefícios sociais que ele envolve”, frisou Júnior Magalhães.

Morador de Santa Cruz e jogador de um dos times participantes, Gil Alves, 43 anos, celebrou o fato de a competição iniciar no bairro. “Fomentar o esporte e incluir as crianças e jovens nessa atividade é bastante importante, pois promove mais educação e lazer. E a Prefeitura tem feito esse trabalho muito bem. Todos estamos bastante empolgados. A Arena Pé Preto lotada hoje mostra bem essa nossa expectativa”, avaliou.

A Copa Interbairros de Futebol Amador também conta com parceria da Federação Bahiana de Futebol (FBF) e da Secretaria de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro.

Responsável pelo gerenciamento do torneio e representante da FBF, Jorge Danilo Souza celebrou a parceria com a gestão municipal para retomar a competição. “O objetivo é trazer a sociedade para o esporte. Essa competição já aconteceu em outros anos e, agora, queremos colocá-la no calendário fixo de esporte de Salvador”, disse.

Campo sintético – Além do pontapé inicial da Copa Interbairros, a Prefeitura inaugurou neste domingo (9), no bairro do Cabula, um campo com gramado sintético e uma quadra poliesportiva reformada no Colina das Árvores, na Rua Silveira Martins. O investimento nas estruturas foi de quase R$ 800 mil.

“Este é o campo de grama sintética de número 48 que entregamos em Salvador. Há mais 48 já autorizados ou em execução, totalizando 96, e temos mais outros já em licitação. Com isso, neste ano, vamos passar de 100 equipamentos como esse. Nenhuma cidade no Brasil tem tantos campos públicos com essa qualidade. A gente sabe da importância do esporte na vida das pessoas como ferramenta de inclusão social”, disse Bruno Reis.

O campo do Colina das Árvores recebeu melhorias nas traves, alambrado e substituição do piso, que era de barro. Além disso, por meio da Diretoria de Iluminação Pública (Dsip), o espaço ganhou 24 refletores de LED, enquanto a quadra poliesportiva que fica ao lado recebeu mais seis, possibilitando à população utilizar os equipamentos à noite.

“Esses são verdadeiros espaços de fortalecimento de vínculos sociais e comunitários para as pessoas de todas as idades, contribuindo, assim, para o fortalecimento do esporte, da inclusão social, da educação e da segurança pública”, comemorou o titular da Sempre, Júnior Magalhães.

Reportagem: Ana Virgínia e Thiago Souza/ Secom PMS

Fonte: Clique aqui