Na última quarta-feira (13), a Real Arenas, braço da WTorre responsável pela manutenção do Allianz Parque, prometeu ao Palmeiras que entregaria o gramado do estádio inteiramente reformado e com a cortiça aplicada até esta sexta-feira (15). Segundo apurou a ESPN com diversas fontes, isso aconteceu… Parcialmente.

Durante a tarde, pessoas ouvidas pela reportagem salientaram que toda a cortiça importada havia sido entregue no estádio e aplicada na grama sintética. Foi cogitado, inclusive, que uma equipe de base do Verdão fizesse um jogo-teste na manhã de sábado (16) para avaliar as condições do local.

A ESPN, então, consultou o Palmeiras na parte da tarde. O time negou que havia marcado testes, principalmente porque não havia recebido comunicação formal da WTorre sobre a finalização das obras.

De noite, a reportagem conversou com mais fontes para saber se a situação havia se alterado, e o ruído entre o clube e a construtora segue grande.

Segundo apuração, a Real Arenas enviou o cronograma de término das obras apenas no final da tarde, garantindo ao Alviverde que o gramado estaria disponível para ser testado por atletas da base na manhã de sábado.

No entanto, o Alviverde de cara descartou a ideia, por dois motivos principais: o fato da comunicação ter sido feita de forma tardia, já na noite desta sexta, e também o fato do Palmeiras entrar em campo neste sábado pelas quartas do Paulistão, contra a Ponte Preta, algo que exige foco total do clube no final de semana.

Além disso, fontes afirmaram que, mesmo com a WTorre dizendo que aplicou toda a cortiça na grama, ainda há um lote que será colocado no campo apenas na próxima segunda-feira (18).

Dessa forma, o Verdão não sentiu segurança em realizar os testes já neste sábado, preferindo aguardar até segunda ou terça-feira (19) para verificar as condições.

Isso dificultaria o mando de uma possível semifinal de Estadual no estádio, já que o campo em que o jogo será mandado precisa ser informado à FPF (Federação Paulista de Futebol) com ao menos 10 dias de antecedência – os confrontos devem acontecer em 27 de março.

Além disso, o Allianz precisaria ser testado pela própria Federação antes de ser liberado de fato, já que atualmente ele está interditado.

A ESPN também registrou uma imagem do gramado na noite desta sexta, que mostra o campo em condições bem melhores do que as vistas nos últimos dias e já com as demarcações do meio-campo, das áreas e das laterais. A foto, que pode ser vista no topo desta matéria, foi tirada de um dos restaurantes da arena.

Vale ressaltar que a grama sintética é a mesma de antes, já que ela ainda está em condições perfeitas de uso. A única troca que ocorreu foi a cortiça entrando no lugar do antigo composto termoplástico, que acabou derretendo devido ao calor e à poluição de São Paulo, virando uma gosma que grudava na chuteira dos jogadores.

A reportagem procurou representantes da WTorre durante toda a sexta-feira para ouvir o lado da empresa sobre a entrega do gramado, a aplicação da cortiça e as conversas com o Alviverde para realização de testes. No entanto, a reportagem não obteve respostas sobre o tema. Caso a companhia o faça, essa reportagem será atualizada.

Ainda de acordo com pessoas ouvidas pela reportagem, a Real Arenas também informou ao Palmeiras que, entre os dias 20 e 23 de março, não será possível fazer treinos do campo, já que a empresa irá montar o palco para um show no Allianz Parque.

Em resumo: a tensão entre Verdão e WTorre, que vem crescendo mês a mês, segue altíssima.

Próximos jogos do Palmeiras

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *