Resumo
Daniel Alves foi condenado a quatro anos e seis meses de prisão por estuprar uma jovem em uma boate de Barcelona, na Espanha. A Justiça espanhola aceitou o pedido de liberdade provisória da defesa de Daniel Alves, com uma fiança de 1 milhão de euros.


Em carta aberta, o pai de Neymar negou que ajudaria a pagar fiança de Daniel Alves

Foto: Reprodução: Instagram/mluciaalves

Maria Lucia Alves, mãe do ex-jogador Daniel Alves, condenado a quatro anos e seis meses de prisão por estuprar uma jovem em uma boate de Barcelona, na Espanha, se pronunciou nas redes sociais após o pai do jogador Neymar, Neymar da Silva Santos, negar em carta aberta que ajudaria a pagar a fiança que concederia liberdade provisória a Daniel.

A mãe do ex-jogador compartilhou imagens do filho com familiares e amigos, e falou sobre amizades verdadeiras. Por meio dos stories do Instagram, ela compartilhou um vídeo de Daniel com o pai, Domingos Alves da Silva. “Seu amigo de verdade está aqui, meu filho, e nunca vai te abandonar. Deus sabe de todas as coisas, te amamos até o infinito e mais além”, escreveu.

Ela ainda publicou outro story com imagens da família e amigos próximos. “Amigos que nunca irão te abandonar, meu filho. Amor incondicional está aqui. Deus no comando sempre.”


Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão
Daniel Alves: da acusação de estupro à condenação de 4 anos e 6 meses de prisão

“Os falsos vão embora e os de verdade ficam. Família é a base de tudo, nosso porto seguro”, escreveu ela em um terceiro story.

A Justiça de Barcelona aceitou o pedido de liberdade provisória da defesa de Daniel Alves na última quarta-feira, 20, e decretou fiança de 1 milhão de euros (aproximadamente R$ 5,4 milhões). Neymar e seu pai já ajudaram o ex-jogador no início do processo ao pagarem 150 mil euros (cerca de R$ 800 mil).

O valor, exigido na época pela Justiça espanhola como indenização à vítima, também serviu como atenuante para diminuir a sentença para quatro anos e meio.

“Amigos que nunca irão te abandonar, meu filho”, escreveu a mãe de Daniel Alves

Foto: Reprodução: Instagram/mluciaalves

Daniel Alves

Daniel Alves foi preso em 20 de janeiro de 2023 após diversas declarações contraditórias. Ele foi acusado de estuprar uma jovem em uma boate de Barcelona em 30 de dezembro de 2022 e, ao todo, deu cinco versões diferentes sobre o ocorrido.

O julgamento do ex-jogador durou três dias e a vítima deu o seu depoimento sem ser identificada, mantendo a sua versão dos fatos. Em depoimento, Daniel admitiu ter consumido uma grande quantidade de álcool e chorou, dizendo não ser uma pessoa violenta.






Daniel Alves é condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por estupro pela Justiça da Espanha

Video Player


Fonte: Redação Nós

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *