O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta sexta-feira (3), em declaração à imprensa ao lado do primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, em Brasília, que aceitou um convite para visitar o Japão no ano que vem.

Na declaração, Lula também fez um apelo por mais investimentos de empresários japoneses no país, afirmando que eles não podem perder o mercado brasileiro e apontando que o Brasil possui estabilidade jurídica, fiscal, econômica e fiscal, além de ter previsibilidade.

Fonte: CNN Brasil