A juíza Aileen Cannon adiou indefinidamente o julgamento do ex-presidente dos Estdos Unidos Donald Trump sobre documentos confidenciais.

Em um despacho nesta terça-feira (7), Cannon cancelou a data do julgamento, previsto para maio, e não definiu quando ele será realizado.

Cannon citou questões significativas em torno de evidências confidenciais que precisariam ser resolvidas antes que o caso criminal federal fosse a um júri.

*em atualização

Fonte: CNN Brasil