Ufba adia abertura de novo planetário de Salvador para abril; saiba mais

O local passará a estar aberto ao público a partir de 2 de abril


Publicado em 19 de março de 2024 às 20:26

Planetário da Ufba
Planetário da Ufba Crédito: Divulgação / Ufba

A Universidade Federal da Bahia (UFBA) adiou para abril a abertura do Planetário da UFBA, primeiro equipamento do tipo em Salvador. Inicialmente previsto pela instituição para abrir no sábado (23), o local passará a estar aberto ao público a partir de 2 de abril.

Projetores digitais de última geração transformam uma cúpula de 11 metros de diâmetro e 180 m² de área em uma grande tela de cinema, que reproduz o céu e permite observar as milhares de estrelas, planetas, constelações, nebulosas e galáxias do universo.

No espaço, também estarão disponíveis potentes telescópios para observação direta, em espaço aberto, com capacidade de visualizar desde as crateras da Lua até os anéis de Saturno, Júpiter e suas luas. O novo equipamento permitirá ainda a exibição de conteúdos científicos diversos, favorecendo múltiplos usos por parte das unidades universitárias.

Na sexta-feira (22), a instituição fará uma coletiva de imprensa para jornalistas para apresentar os detalhes da novidade. O agendamento da visita será feito em breve pela plataforma Sympla ou por meio do site do planetário. Inicialmente, serão duas sessões de 40 a 50 minutos, mas a expectativa é de que, em breve, o planetário funcionará todos os dias, das 8h às 20h.

Quando estiver a pleno vapor, o planetário reservará 10 sessões semanais gratuitas para estudantes de escolas públicas municipais e estaduais, e 7 sessões semanais para o público interno da UFBA. As sessões abertas para o público em geral serão comercializadas, com receita revertida para a manutenção do próprio planetário.

A experiência na sala com capacidade para 85 pessoas proporciona a projeção de imagem e som através de softwares modernos e conexão com a internet de alta velocidade. A estrutura do planetário, da construção aos equipamentos, foi doada à UFBA por um ex-aluno, Francisco Lacerda Brito, graduado na Faculdade de Direito, astrônomo amador e fundador do Instituto de Astronomia Brito Castelo Branco (IABCB).

A gestão do novo equipamento se dará por meio de parceria estabelecida entre a UFBA, o IABCB e a Associação de Astrônomos Amadores da Bahia. O terreno para a construção do Planetário, situado ao lado da portaria principal do campus de Ondina, na Avenida Milton Santos, foi disponibilizado pela UFBA para a implementação do projeto. O projeto arquitetônico é do escritório Charão Arquitetura e Urbanismo.

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *