Israel enviou uma carta garantindo que seu uso de armas fornecidas pelos Estados Unidos está em conformidade com o direito humanitário internacional, disse uma autoridade dos EUA à CNN na quinta-feira (21).

A garantia escrita é exigida nos termos de um novo memorando de segurança nacional que foi emitido em fevereiro. Todas as nações que recebem ajuda militar dos EUA são obrigadas a apresentar tais garantias, e os EUA devem avaliar se elas são “credíveis e confiáveis.”

Israel foi acusado de violar o direito internacional humanitário em sua guerra contra o Hamas em Gaza, que matou mais de 30 mil pessoas e deslocou mais de um milhão.

O porta-voz adjunto do Departamento de Estado dos EUA, Vedant Patel, disse na quarta-feira (20) que não “falaria sobre especificidades de qualquer país singular neste momento.”

“Este é um memorando amplo que toca vários cantos diferentes do mundo. E para dar um passo atrás, desde a assinatura do memorando de segurança nacional em 8 de fevereiro, os países parceiros considerados em conflito armado ativo têm 45 dias para compartilhar cartas de garantias”, disse Patel em um briefing do departamento. “E após o recebimento de cada um deles, os Estados Unidos avaliarão … se essas garantias são críveis e confiáveis.”

“Esse trabalho está em andamento, e a implementação deste memorando de segurança nacional está em andamento, assim como a avaliação dessas garantias dos países parceiros”, disse ele.

Fonte: CNN Brasil

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *