O homem que se incendiou do lado de fora do tribunal de Manhattan, onde ocorria o julgamento de Donald Trump, morreu na noite de sexta-feira (19), disse um alto funcionário da lei à CNN.

Na hora do incidente, o ex-presidente Donald Trump estava no interior do tribunal para a escolha do júri para o caso do pagamento de suborno à atriz pornô, Stormy Daniels.

O chefe do departamento da NYPD, Jeffrey B. Maddrey, disse que o homem entrou no centro do Collect Pond Park, que fica em frente ao tribunal em Nova York.

Antes de atear fogo em si mesmo, ele abriu a mochila e tirou panfletos que espalhou no parque.

O homem foi levado ao Cornell Burn Center em estado crítico. A polícia já acreditava que era improvável que ele sobrevivesse.

Fonte: CNN Brasil