O Hamas anunciou que Ismail Haniyeh, chefe do gabinete político, disse aos mediadores do Qatar e do Egito que o grupo concordou com a proposta de um acordo de cessar-fogo na guerra em Gaza. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (6).

O comunicado diz que Haniyeh “fez um telefonema ao primeiro-ministro do Catar, Mohammed bin Abdulrahman Al Thani, e para o ministro de Inteligência egípcio, o Sr. Abbas Kamel, e informou-os sobre sua decisão de aceitar a proposta de cessar-fogo.”

Minutos depois, Israel disse que a proposta aceitar pelo Hamas não condiz com os termos aceitos pelos governo israelense anteriormente.

Não há detalhes sobre o que está incluído no acordo.

(em atualização)

Fonte: CNN Brasil