O técnico Guto Ferreira afirmou que não teme uma demissão do Coritiba.

O treinador acumulou a segunda eliminação da temporada depois do empate com o Maringá neste domingo (24), no Couto Pereira. Antes do Campeonato Paranaense, o Coxa também foi eliminado da Copa do Brasil, logo na primeira fase, para o modesto Águia de Marabá.

Após o fim da partida, a torcida coxa-branca pediu, em coro, a saída do treinador do clube. Guto defendeu a continuidade do trabalho e afirmou que é cultural pedir a demissão no Brasil após eliminações.

+ Confira a tabela completa do Campeonato Paranaense

“Eu não vejo dessa maneira. Infelizmente temos uma cultura de situações imediatas. Eu acredito que o nosso trabalho vai fluir. Tivemos avanços importantes”, afirmou.

“Em se tratando de Brasil, tudo isso é normal. Em se tratando do trabalho, estou tranquilo, ajustando situações. Será que eu estou errado? Será que eu preciso começar do zero?”, provocou.

O Coritiba não conseguiu correr atrás do resultado no Couto Pereira e apenas empatou sem gols com o Maringá. O Dogão venceu a partida de ida por 2 a 0 e apenas administrou o resultado.

Agora, o Alviverde tem um mês até a estreia na Série B, em abril. Sem jogos, o clube deve estudar a possibilidade de fazer uma intertemporada para fortalecer o elenco.

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *