A Câmara dos Deputados dos EUA aprovou nesta sexta-feira (22) um projeto de lei de financiamento de US$1,2 trilhão do governo com mais apoio dos democratas do que a maioria dos republicanos, levando a uma nova ameaça por uma parlamentar conservadora de linha dura para expulsar o presidente da Casa, Mike Johnson.

O voto da Câmara 286-134 envia a medida para o Senado de maioria democrata, que tem horas para agir antes de um prazo que termina meia-noite em Washington (1h, horário de Brasília), quando partes do Departamento de Segurança Interna, A Receita Federal e o Departamento de Justiça das Secretarias do Tesouro e do Estado começariam a fechar.

O movimento marca um passo crítico para acabar com uma batalha de seis meses sobre o escopo dos gastos de Washington para o ano fiscal que começa em primeiro de outubro. Agências de classificação advertiram que o calote poderia prejudicar a solvabilidade de um governo federal que atualmente tem mais de US $34,6 trilhões em dívida.

A medida passou na Câmara com 185 democratas e 101 votos republicanos, o que levou a conservadora Marjorie Taylor Greene a introduzir uma medida para expulsar o presidente da Câmara dos Representantes, o republicano Mike Johnson.

Mas Greene disse que não iria pressionar por uma votação imediata.

“Eu apresentei uma moção de vacância hoje. Mas é mais um aviso”, disse a republicana da Carolina do Norte a repórteres.

Fonte: CNN Brasil

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *