O show da banda Estakazero levou, nesta segunda-feira (1º), para o palco principal do Parque de Exposições de Salvador o forró tradicional mesclado a um repertório próprio. O grupo soteropolitano apresentou os sucessos autorais e clássicos do forró, a exemplo de canções de Luiz Gonzaga e Flávio José.

Para o vocalista, Léo Macedo, o Governo da Bahia tem uma política muito forte de incentivo às festas juninas. “O São João na capital é fantástico e esse evento no Parque, na capital, é bom porque uma grande parte da população não tem condições de pegar transporte, ir para o interior, pagar hospedagem”, disse.

Foto: Alexandre Amaral/GOVBA

O artista destacou, ainda, a importância do São João da Bahia para o Brasil: “é imprescindível porque prestigiar artistas da terra é de vital importância, já que a Bahia faz o maior São João do Brasil. Acredito que seja a maior festa popular do país, o São João da Bahia, com a mobilização de centenas de municípios que fazem festas e contratam serviços. Fico muito feliz de estar participando desde o início deste projeto, inclusive, já viajei para outros estados divulgando o São João da Bahia. Estarei sempre à disposição para somar neste projeto, nesta luta, em favor da nossa cultura”.

Este ano, a novidade do grupo foi o lançamento do álbum em homenagem à banda Mastruz com Leite, que comemorou 30 anos de carreira e revolucionou o mercado do forró, da música nordestina dos anos 90, e influenciou muito o início da carreira do artista: “é a realização de um projeto, de um sonho, fazer essa homenagem. Fizemos uma releitura com a nossa identidade, com a zabumba, com o triângulo, com uma escolha bem criteriosa das músicas. Está o maior sucesso e a gente toca boa parte deste disco no nosso show, tem arrasta-pé, xote, baião. Está muito bonito”.

Foto: Alexandre Amaral/GOVBA

Milena Miranda, 22, moradora da Cidade Baixa, em Salvador, veio para assistir os shows da cantora Mari Fernandez e de Nattan. Antes, ela prestigiou o show da Estakazero: “adorei o show da Estakazero. É uma oportunidade de poder assistir ao show aqui, porque, se a gente viaja, gasta muito com locomoção e comida. Aqui, tem excelentes atrações. Este ano está tudo muito organizado, com variedades de palcos. Tem o pranchão, o palco principal, a área das quadrilhas e quiosques”.

Foto: Alexandre Amaral/GOVBA

Fonte: Clique aqui

Créditos do autor: Louise Cibelle

Créditos da imagem: Reprodução/Divulgação

Os direitos de imagem e texto são de autoria dos respectivos autores e editores mencionados no post original. Consulte a fonte primária clicando em ‘Fonte: Clique aqui’. Esta plataforma respeita a legislação de direitos autorais vigente (Lei nº 9.610/1998) e compromete-se a retirar qualquer conteúdo que infrinja os direitos autorais mediante notificação apropriada. Clique em ‘Contato’ para falar conosco.