A endometriose profunda é a forma mais grave da endometriose, que acontece quando o tecido endometrial está espalhado por uma área maior, além de ser mais espesso que o normal.

Mulheres com endometriose profunda apresentam os sintomas clássicos de endometriose, mas de forma mais intensa, incluindo cólica menstrual muito forte, menstruação abundante e dor durante a relação sexual, por exemplo.

Na endometriose profunda, o crescimento de tecido endometrial ocorre em grande quantidade para fora do útero, em locais como os intestinos, ovários, trompas de falópio ou bexiga, provocando dores pélvicas progressivas durante as menstruações.


Principais sintomas

Os principais sintomas de endometriose profunda são:

  • Intensa cólica menstrual;
  • Menstruação abundante;
  • Dor durante ou após a relação sexual;
  • Dificuldade em urinar;
  • Dor no fundo das costas;
  • Sangramento anal durante a menstruação.

Além destes sintomas, a endometriose profunda pode também dificultar a gravidez. Veja quais as implicações da endometriose na gravidez.

Não ignore os sinais que seu corpo está dando!

Conte com os nossos especialistas para entender a causa dos seus sintomas.
Marque sua consulta já!




Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

A endometriose profunda é grave?

A endometriose profunda é grave, já que atinge uma área maior, em comparação à endometriose “normal”. Dessa forma, os sintomas apresentados pela mulher são mais intensos, de forma que a mulher pode apresentar muita cólica e sangramentos intensos, o que pode trazer consequências para a saúde.

Por isso, na presença de sinais e sintomas possivelmente indicativos de endometriose profunda, é importante que o ginecologista seja consultado para que seja feito o diagnóstico e iniciado o tratamento mais adequado.

Teste online de sintomas

Se acha que pode estar com endometriose, selecione os seus sintomas, para saber quais as chances:

O teste de sintomas é apenas uma ferramenta de orientação, não servindo como diagnóstico e nem substitui a consulta com o ginecologista.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico da endometriose profunda é baseado nos sintomas e na realização de exames de diagnóstico, como videolaparoscopia, enema opaco, colonoscopia, tomografia computadorizada, ultrassonografia e/ou ressonância magnética.

Todos os métodos de diagnóstico são eficazes na identificação de alterações relacionadas ao sistema reprodutivo feminino, no entanto a videolaparoscopia e a ultrassonografia são os métodos mais utilizados por possuírem maior sensibilidade e eficiência. Conheça mais sobre os exames para diagnóstico da endometriose.

Como é feito o tratamento

O tratamento para endometriose profunda deve ser estabelecido pelo ginecologista e tem como objetivo aliviar os sintomas, evitar sua recorrência e melhorar a qualidade de vida da mulher. O tratamento deve levar em consideração a idade da mulher, desejo de engravidar, sintomas e a gravidade da endometriose.

Na maioria das vezes, o é feito com o uso de remédios para antecipação da menopausa ou uso de analgésicos e anti-inflamatórios, como ibuprofeno ou naproxeno, para aliviar as dores principalmente durante a menstruação.

No caso do tratamento com medicamentos não ser suficiente, ou se a endometriose profunda for grave, o médico pode ainda recomendar a realização de cirurgia, uma vez que é a única forma de retirar o tecido endometrial.

Cirurgia para endometriose profunda

A cirurgia para endometriose profunda tem como objetivo remover o tecido endometrial que encontra-se em excesso, aliviando os sintomas. Na maioria dos casos, a cirurgia da endometriose é conservadora, ou seja, são apenas retirados os focos de endometriose, porém, no caso da endometriose profunda, pode ser necessária a remoção do útero. Entenda como é feita a cirurgia para endometriose.

Esclareça todas as dúvidas sobre endometriose no vídeo a seguir com o Dr Maurício Abrão:

Fonte: Tua Saúde!