A defesa de Domingos Brazão, preso na manhã de hoje por suspeita de ser mandante do assassinato de Marielle Franco, afirmou que o conselheiro não conhecia a vereadora.

O que aconteceu

Domingos ainda não conversou com advogado. Segundo Ubiratan Guedes, ele não conversou com Domingos após a prisão, mas teve contato com ele nas últimas semanas por causa de “boatos que estavam correndo” sobre o caso. Ele falou com jornalistas do lado de fora da sede da Polícia Federal, na manhã de hoje.

Não sabemos da imputação que foi feita. Tenho certeza que ele é inocente. Não procede a imputação. Ele não tem ligação com a Marielle, não conhecia.
Ubiratan Guedes, advogado de Domingos Brazão

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *