O Dia Internacional dos Arquivos, comemorado em 9 de junho, é uma data para reconhecer a importância dos arquivos em preservar a história, o conhecimento de nossa sociedade, a  memória coletiva,  e o seu  papel crucial na transparência e na prestação de contas. Uma dessas instituições é o Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB), unidade da Fundação Pedro Calmon (FPC/Secult-BA), criada em 16 de janeiro de 1890.

Localizado no Solar da Quinta do Tanque, o APEB é nacionalmente considerado a segunda mais importante instituição arquivística pública, por custodiar um acervo documental de valor inestimável, produzido e acumulado ao longo de 214 anos, período em que a cidade do Salvador foi sede do governo colonial no Brasil, de 1549 a 1763. O acervo custodiado é composto de documentos: textuais, iconográficos e cartográficos, e a biblioteca especializada em história da Bahia. 

O APEB reúne, em termos quantitativos, aproximadamente 7.360,14 metros lineares de documentos provenientes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, além de alguns fundos privados de interesse público e social, com datas-extremas desde o século XVI até o século XXI.  

Na instituição, o público pode ter acesso aos documentos custodiados, assim como emissão de certidão e autenticação dos mesmos, além de visitas técnicas oferecidas ao público, com grupos de 05 a 30 pessoas mediante pré-agendamento.

O Arquivo conta com Sala de pré-atendimento que funciona de segunda a sexta, das 09h30 às 12h e das 13h30 as 16h30. Todo cidadão que visita a instituição recebe orientações sobre as documentações custodiadas,  como pesquisar através dos inventários sumários físicos, e recebe informação sobre os procedimentos necessários para pesquisar os documentos.

A Sala de consulta é exclusiva para pesquisa de documentos, e podem ser acessadas via agendamento prévio, através do e-mail ou telefone: (71) 3116-2140. 

Ferramentas digitais de pesquisa

O acervo custodiado encontra-se disponível também no site, que oferece uma visão panorâmica do acervo e fornece informações gerais sobre os fundos tais como: título, nome e história de seu(s) produtor(es), datas-limite, dimensões, gêneros documentais, conteúdo dos documentos, sistema de organização e condições de acesso.

Fonte: Ascom/FPC

Fonte: Clique aqui

Créditos do autor: Lais Souza

Créditos da imagem: Reprodução/Divulgação

Os direitos de imagem e texto são de autoria dos respectivos autores e editores mencionados no post original. Consulte a fonte primária clicando em ‘Fonte: Clique aqui’. Esta plataforma respeita a legislação de direitos autorais vigente (Lei nº 9.610/1998) e compromete-se a retirar qualquer conteúdo que infrinja os direitos autorais mediante notificação apropriada. Clique em ‘Contato’ para falar conosco.