O governador Jerônimo Rodrigues e representantes da Build Your Dreams (BYD) realizaram uma visita técnica ao Complexo Industrial Automobilístico de Camaçari, na região metropolitana de Salvador, nesta segunda-feira (18). O grupo inspecionou os diversos espaços do empreendimento, que irá abrigar três unidades fabris da montadora chinesa. Com investimento aproximado de R$ 5,5 bilhões, a adequação da planta deve ser concluída até o final deste ano.


“Além da consolidação dos compromissos da BYD com a implantação da indústria em Camaçari, nós tivemos um aumento significativo do valor anunciado da última reunião para esta hoje. Hoje, a BYD anuncia 5,5 bilhões de reais nesta parte inicial da planta. Nós estamos falando de saída de 3 bi para 5 bilhões e meio. Portanto, quase o dobro do valor de investimentos”, ressaltou o governador Jerônimo Rodrigues.


A expectativa é de que sejam gerados mais de 10 mil empregos, entre diretos e indiretos. 


“A cada mês que vocês vierem aqui, verão essa fábrica diferente. Vamos colocar, aqui, a mais alta tecnologia. Será uma das fábricas mais avançadas e modernas do mundo”, prometeu Stella Li, CEO Américas e vice-presidente global da BYD. Ela levantou a possibilidade de o presidente chinês, Xi Jinping, vir para o Brasil para a inauguração.


As unidades irão produzir chassis de veículos de passeio elétricos e híbridos, e de ônibus e caminhões elétricos. O local também será usado para processamento de lítio e ferro fosfato para exportação. Está prevista a construção de um centro de pesquisa, para desenvolver um carro híbrido, mas que, também, utilize eletricidade e etanol aqui, no estado.


Instalação na Bahia será ainda em 2024


Na primeira etapa, a fábrica baiana será responsável por abastecer o mercado automotivo com três modelos. Os escolhidos foram o hatch Dolphin e o SUV Yuan Plus, de início, e o híbrido Song Plus, no segundo momento. É prevista que a capacidade inicial seja de 150 mil unidades por ano. A segunda fase será dedicada à indústria química, para processamento de lítio e ferro fosfato para beneficiamento e exportação de 100% da produção para a China. A terceira e última etapa será a fabricação de chassis para montagem e produção de ônibus e caminhões elétricos. 


A estimativa é de que a produção comece no último trimestre de 2024, como destaca o conselheiro especial da BYD, Alexandre Baldy. “As obras, agora, oficialmente, podem ser iniciadas. Hoje, o governador do estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, trouxe aqui toda a sua equipe e, também, a licença necessária para que permita que essas obras civis possam iniciar já no dia de amanhã. E eu desejo que nós consigamos acelerar ao máximo esse processo, para que, em poucos meses, a gente consiga cumprir a fase inicial, que é da montagem dos carros, podendo ser no último trimestre de 2024, para que a gente possa iniciar, de fato, a produção integral já em meados de 2025. A implementação de toda a fábrica levará dois anos”, detalhou.


A empresa já solicitou a licença de instalação, autorização de supressão de vegetação e autorização para manejo de fauna, junto à Secretaria estadual do Meio Ambiente (Sema). O processo foi concluído e está prestes a ser publicado no Diário Oficial do Estado (DOE). 

Fonte

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *